Mato Grosso faz parceria com prefeituras para melhorar aeroportos públicos do estado

Aeroporto de Juara – Imagem: Prefeitura de Juara

O Governo de Mato Grosso instituiu um programa estadual de investimento para melhorias dos aeroportos públicos, com o programa “Mais MT Aeródromos Públicos”. O objetivo é reestruturar a infraestrutura aeroportuária do Estado e facilitar o deslocamento das pessoas dentro do território mato-grossense, com mais de 900 mil quilômetros quadrados de área.

Segundo o governo, o estado possui atualmente 33 Aeródromos Públicos, sendo que quatro deles (Cuiabá/Várzea Grande, Sinop, Alta Floresta e Rondonópolis) estão sob concessão federal. Atualmente, oito aeródromos estão recebendo obras ou com projetos aprovados e outros oito estão em fase de elaboração de projetos.

Entre as ações previstas estão a pavimentação ou recuperação do asfalto das pistas, modernização dos equipamentos aeroportuários e construção de cerca patrimonial, fundamental para garantir a segurança da operação com aeronaves.

Até o momento, uma obra foi realizada diretamente pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT), na cidade de Juara, onde as pistas do aeroporto foram asfaltadas e está em construção a cerca do local.

Investir em aeródromos é pensar em logística de forma estratégica. Os municípios passam a ser atendidos por UTIs aéreas, aeronaves da polícia, é um estímulo para o turismo. O avião atrai pessoas e diminui distâncias, principalmente num estado com uma enorme extensão territorial, como é Mato Grosso”, disse o secretário de Infraestrutura, Marcelo Oliveira.

Convênios 

Mais sete convênios foram formalizados para que recursos sejam transferidos para as prefeituras executarem as seguintes obras:

Canarana: Pavimentação das pistas de pouso e decolagem, de taxiway, de pátio, sinalização horizontal e instalação de equipamentos de auxílio aos pousos.

Vila Rica: Pavimentação das pistas de pouso e decolagem, de taxiway e pátio de estacionamento, sinalização horizontal, além da construção de cerca.

Porto Alegre do Norte: Construção de cerca patrimonial e operacional.

Brasnorte: Pavimentação das pistas de pouso e decolagem, de taxiway, pátio de estacionamento, sinalização horizontal e construção de alambrado de proteção do aeródromo municipal.

Matupá: Restauração das pistas de pouso e decolagem, de taxiway e pátio, além da adequação da cerca e sinalização horizontal.

Cáceres: Recuperação do asfalto da pista de pouso e decolagem.

Água Boa: Construção do Alambrado de proteção.

Outros oito projetos estão em elaboração para formalização de convênios com os municípios de Alto Araguaia, Confresa, Diamantino, Tangará da Serra, Poconé, Primavera do Leste, Guarantã do Norte e Colíder.

Para garantir que outras localidades possam receber voos, a Sinfra-MT firmou sete termos de cooperação para encontrar lugares que possam receber novos aeródromos. Os termos foram firmados com os municípios de Apiacás, Cocalinho, Campo Verde, Diamantino, Guiratinga, Mirassol D’Oeste, Paranatinga, Nova Bandeirantes, Nova Canaã do Norte, Sapezal e Poconé, na região turística do Porto Jofre.

Informações do Governo do Mato Grosso

Leia mais:

Juliano Gianotto
Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias

Companhia uzbeque lança uma incomum venda de jatos soviéticos

0
A companhia aérea de bandeira do Uzbequistão, a Uzbekistan Airways, está em processo de modernização de suas operações. Para isso, está