Início Acidentes e Incidentes

Piloto que derrubou helicóptero no Rio Paraná fazia manobras imprudentes e baixas antes da queda

No dia 26 de novembro, ocorreu um trágico acidente envolvendo um helicóptero Robinson R66 na Argentina, resultando na morte do empresário Gustavo Degliantoni, de 71 anos. A aeronave, de matrícula LV-FQJ, caiu no Rio Paraná, enquanto transportava outros três ocupantes, que sofreram apenas ferimentos leves.

O acidente aconteceu nas proximidades de Villa Ramallo e Ramallo, quando o helicóptero perdeu o controle durante o voo sobre o Rio Paraná. Testemunhas relataram ter visto o helicóptero vermelho modelo Robinson 66 envolvido em manobras perigosas sobre uma ponte e veículos antes do acidente. A queda na água foi acompanhada por um grande impacto.

Infelizmente, Gustavo Degliantoni, conhecido empresário de Ramallo, perdeu a vida nesse acidente. Os demais ocupantes da aeronave, identificados como Rubén Calderón (76), Rubén Ojeda (63) e Osvaldo Duome (70), escaparam do acidente apenas com ferimentos leves.

Imagens capturadas por pessoas no rio mostram que o piloto realizou uma série de manobras incomuns para uma aeronave R66, denotando certa imprudência, embora demonstrando a habilidade do piloto. Minutos após, o piloto perde o controle da aeronave e cai no rio.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.