Relíquias: Força Aérea transporta os Hinos Pátrios para o Bicentenário da Independência

Imagem: Força Aérea Brasileira

Na última quinta-feira, dia 1º de setembro, a Força Aérea Brasileira (FAB), por meio do Primeiro Esquadrão de Transporte Aéreo (1º ETA) – Esquadrão Tracajá, transportou de Minas Gerais (MG) para Brasília (DF) os Hinos Pátrios.

As relíquias da história do Brasil serão colocadas em exposição para estudantes até o dia 15 de novembro, no Palácio do Planalto, em comemoração aos 200 anos de independência do Brasil.

Os 14 documentos, dentre eles os Hinos Nacional Brasileiro; da Aclamação de D. João VI; da Independência do Brasil; da Carta Constitucional; da Proclamação da República e da Bandeira Nacional, sendo alguns com aproximadamente 200 anos, foram recebidos pelo Secretário da Presidência da República, Daniel Costa Fernandes, e pelo Comandante da Base Aérea de Brasília (BABR), Coronel Aviador Jorge Marcelo Martins da Silva. Em seguida, foram escoltados pela FAB até o Palácio do Planalto.

Imagem: Força Aérea Brasileira

O Secretário da Presidência da República destacou a importância de receber os materiais históricos: “É uma verdadeira honra para a Presidência da República receber essas partituras históricas nesse momento que marca o Bicentenário da Independência do Brasil. É uma data especial, onde, pela primeira vez, serão exibidas”.

Conforme comentou o Comandante da BABR, Coronel Martins, representar a FAB no recebimento dos hinos, foi de grande valia: “Já recebemos o Coração de Dom Pedro, agora os hinos históricos em comemoração aos 200 anos de Independência. É uma grande oportunidade participar dessas comemorações. Isso é muito importante para nós”.

De acordo com o Diretor-Executivo da Fundação Nacional de Artes (FUNARTE), Marcelo Nery Costa, os Hinos deixaram a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em abril deste ano, para uma exposição no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte (MG). Os manuscritos, após ficarem dois meses em exposição, foram levados para o Arquivo Público Mineiro, onde passaram por um trabalho de recuperação.

Segundo a bibliotecária da UFRJ, Suelen Dias, é um projeto de extensão da universidade colocar em exposição materiais históricos.

“É muito bom poder compartilhar com outras pessoas, com as escolas que vão visitar a exposição no Palácio do Planalto, mostrar a história do Brasil e também mostrar a história da nossa Instituição, da nossa escola de música, que no mês de agosto completou 174 anos. O objetivo é dar visibilidade”, finalizou Suelen.

As escolas interessadas em visitar a exposição no Palácio do Planalto devem entrar em contato com a coordenação de Relações Públicas da Presidência da República pelo e-mail: corep@presidencia.gov.br.

Bicentenário da Independência

O Bicentenário da Independência do Brasil será comemorado em 7 de setembro de 2022. Oficialmente, a data remete ao ano de 1822, quando ocorreu o evento conhecido como “Grito do Ipiranga”, às margens do riacho Ipiranga, na atual cidade de São Paulo.

Em 12 de outubro de 1822, o príncipe foi aclamado D. Pedro I, Imperador do Brasil, sendo coroado e consagrado em 1º de dezembro de 1822. Assim, o país passou a ser conhecido como o Império do Brasil.

Informações da Força Aérea Brasileira

Murilo Basseto
Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Em Guarulhos, Prefeitura já prestou atendimento a mais de 640 afegãos...

0
De janeiro até o último dia 23 de setembro a Prefeitura de Guarulhos atendeu 648 afegãos que chegaram ao Brasil pelo