Avião Antonov AN-26 desapareceu do radar com 28 a bordo na Rússia

Foto de Alex Beltyukov – RuSpotters Team, CC BY-SA 3.0 GFDL 1.2, via Wikimedia

Um avião do modelo Antonov AN-26 (similar ao da foto acima) da companhia regional Petropavlovsk-Kamchatsky Air Enterprise, com 22 passageiros e seis tripulantes, despareceu na manhã de terça-feira (6) no extremo leste russo. O voo, que deveria seguir da capital regional Petropavlovsk-Kamchatsky para a pequena cidade de Palana, perdeu o contato de rádio pouco antes do pouso, relatou a agência de notícias russa Tass

Segundo autoridades russas, destroços foram encontrados a alguns quilômetros da costa, com base em sinais emitidos por dispositivos instalados na aeronave (possivelmente, a caixa preta), embora a chance de haver sobreviventes é mínima, disseram os oficiais envolvidos na busca. Embarcações foram acionadas e se moveram até o local. 

A Autoridade de Aviação Russa criou uma comissão para investigar as circunstâncias do acidente. Mesmo que nada se saiba sobre a causa do acidente, de acordo com relatos da mídia russa, já foram iniciados processos criminais por violação das normas de segurança. 

Esse An-26 está em operação desde 20 de outubro de 1982 e seu certificado de aeronavegabilidade teria expirado em 30 de agosto de 2020, segundo informações preliminares. Se confirmada, essa seria uma violação grave da segurança de voo.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.