Início Variedades

Avião pousa em emergência em cima das linhas de Nasca, no Peru, e as danifica

Um avião de pequeno porte, pertencente à empresa Aero Fénix, realizou um pouso de emergência no sítio arqueológico das Linhas de Nasca, em Ica, no Peru, no domingo (7), danificando três linhas históricas e a paisagem cultural do patrimônio mundial da UNESCO.

Segundo o site Infobae, o avião transportava seis pessoas e precisou realizar o pouso emergencial devido a problemas que surgiram durante o voo. Todos os passageiros foram transferidos para um hospital local em condição estável e sem ferimentos graves.

De acordo com Alberto Martorell Carreño, diretor da Direção Descentralizada de Cultura (DDC) de Ica, o incidente causou danos significativos à paisagem cultural e a três linhas, embora nenhum geoglifo tenha sido atingido. Martorell Carreño destacou a gravidade do impacto na paisagem cultural e enfatizou a necessidade de uma investigação sobre as causas do incidente.

Em um primeiro momento, foi assegurado que a aeronave seria desmontada e removida do local para evitar danos adicionais ao sítio arqueológico. No entanto, mais tarde, soube-se que a aeronave teve um pneu traseiro substituído e foi empurrada para fora da zona ao longo de uma distância de aproximadamente 250 metros, o que resultou em danos adicionais à paisagem cultural.

A companhia aérea Aero Fénix pagou uma caução de 20.000 soles (cerca de R$12.000) para garantir a restauração das três linhas danificadas pelo incidente. A razão exata para o pouso de emergência ainda está sendo investigada e as autoridades estão coletando informações e examinando evidências para esclarecer o evento.

As Linhas de Nasca e Geoglifos, localizados nas províncias de Nasca e Palpa, foram declarados Patrimônio Mundial da UNESCO em 1994. São reconhecidos mundialmente por seus enormes desenhos pré-hispânicos que só podem ser vistos do ar, possuindo grande magnitude, diversidade e precisão geométrica. Seu propósito ainda é incerto, mas especula-se que tenham finalidade astronômica ou cerimonial.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.