Boeing deve receber pedido de US$ 5 bilhões para o 737 MAX, de uma operadora de Airbus

A empresa aérea norte-americana Allegiant Air está perto de encomendar 50 jatos Boeing 737 MAX no valor de US$ 5 bilhões a preços de tabela, disseram pessoas familiarizadas com o assunto, segundo relata a Reuters.

A companhia aérea de baixo custo dos Estados Unidos prevê uma forte recuperação nas viagens de turismo em breve, e a confirmação de tal pedido geraria uma importante reviravolta comercial para a Boeing, pois marcaria uma mudança na estratégia anterior da Allegiant de comprar jatos usados ​​a preços de pechincha, o que a fez ter mais de 100 jatos construídos pela concorrente Airbus.

Essas “reviravoltas” de frota são raras devido ao custo de reciclagem dos pilotos, mas refletem a competição acirrada por novos negócios, à medida que a indústria aeroespacial busca se recuperar de sua pior recessão de todos os tempos.

Este movimento é o mais recente sinal de crescimento acelerado esperado entre as empresas aéreas de “custo ultrabaixo”, que combinam tarifas mínimas com um menu de opcionais com cobranças extras. Espera-se que companhias como essas se posicionem com relativa força com a superação da pandemia de Covid-19.

“O mercado de lazer está voltando em massa em relação ao mercado de negócios”, disse uma das fontes familiarizadas com os planos da Allegiant.

A transportadora com sede em Las Vegas opera um total de 121 jatos, sendo 35 A319 e 86 A320, dos quais apenas 13 foram encomendados diretamente da Airbus, de acordo com dados da fabricante europeia.

O pedido da Allegiant viria após uma disputa entre o 737 MAX-7 e o Airbus A220, disseram à Reuters as fontes.

Murilo Bassetohttp://aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e com Pós-Graduação em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Em breve, o aeroporto do Vale do Aço terá a tão...

0
Em reunião, foram discutidos alguns detalhes práticos e operacionais relacionados às aeronaves ATR 72, com capacidade para 68 passageiros.