Início Aviação Militar

Com visita de Lula, Embraer pode fabricar KC-390 na Arábia Saudita

A Embraer confirmou hoje um acordo com a Arábia Saudita para futuras instalações de manutenção e até linha de montagem do KC-390 no país árabe.

Imagem: Embraer

A SAMI, principal companhia de Defesa e Segurança da Arábia Saudita e subsidiária do Fundo de Investimento Público local, e a Embraer assinaram hoje um Memorando de Entendimento para início de cooperação em suas respectivas indústrias aeroespaciais, com prioridade para Defesa e Segurança.

O evento acontece durante a primeira visita do Presidente Lula à Arábia Saudita no seu terceiro mandato. Ele participou do evento da Embraer e disse que busca “fortalecer o comércio entre os dois países”.

O acordo busca ampliar a presença de ambas as empresas no Reino da Arábia Saudita, com os objetivos conjuntos de promoção das capacidades do C-390 Millennium e do fornecimento de suporte local associado aos requisitos do Ministério da Defesa do Reino da Arábia Saudita. A SAMI e a Embraer também trabalharão para estabelecer uma ampla capacidade de manutenção das aeronaves da Embraer no país. Nesse sentido, ambas as empresas também têm como alvo o estabelecimento de um Centro Regional de MRO (manutenção, reparo e revisão, na sigla em inglês) e de uma linha de montagem final para o Embraer C-390, bem como a integração do sistema de missão no Reino da Arábia Saudita. Além disso, a Embraer e a SAMI se engajarão em atividades de treinamento, que possibilitarão a abertura de novas oportunidades no setor aeroespacial do Reino da Arábia Saudita e região.

“Estamos muito satisfeitos pela assinatura do acordo com a Embraer, que poderá trazer novas instalações de suporte e produção no país. O crescimento em nosso escopo de negócios e de capacidades destaca a dedicação da SAMI em avançar e apoiar o desenvolvimento do setor aeroespacial no Reino da Arábia Saudita. É mais um passo importante nos esforços da SAMI em apoiar a Saudi Vision 2030, para fortalecer a autossuficiência do país em defesa e contribuir para a localizar de 50% dos gastos com defesa no Reino da Arábia Saudita até 2030”, afirma o Eng. Walid A. Abukhaled, CEO da SAMI. “Ainda que a expansão de nossas capacidades de MRO sejam importantes, a chave para esse acordo é o estabelecimento de atividades de treinamento conjuntas, para apoiar o desenvolvimento de talentos sauditas e a transferência de habilidades valiosas no setor aeroespacial”, completa.

“Estamos muito satisfeitos com a assinatura desse acordo com a SAMI. Esse é o primeiro passo para avançar na cooperação em Defesa e Segurança envolvendo as cadeias de produção entre os dois países. Com esse Memorando de Entendimento, a Embraer avança ainda mais em um mercado estratégico. Trabalharemos para agregar valor para a indústria local, para a Royal Saudi Air Force e para o Reino da Arábia Saudita”, afirma Bosco da Costa Junior, Presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança.

O Memorando de Entendimento reforça os esforços da SAMI em empoderar talentos locais e contribuir para a Saudi Vision 2030 nos objetivos de ampliar o conteúdo local no setor de defesa do Reino da Arábia Saudita.

Pela Assessoria de Imprensa da Embraer