Jatinho francês voa baixo e faz rasante no famoso Cânion do Star Wars

Um dos pontos mundialmente famosos entre os entusiastas da aviação recebeu um visitante diferente ontem: um jatinho executivo da França.

O mais novo jato executivo da francesa Dassault, o trimotor Falcon 8X, está chegando ao mercado e, para fazer uma peça publicitária, os franceses escolheram um local bastante marcante na aviação: o Cânion do Star Wars. Apelidado por entusiastas da aviação, o local tem o nome original de Rainbow Canyon (Cânion do Arco-Íris, dadas as diferentes cores de rocha presentes ali).

O cenário realmente lembra o Planeta de Tatooine, terra natal de Anakin Skywalker, mas o nome em si não tem nada a ver com o filme da Disney, tendo sido dado após a nomeação dos pontos de GPS para navegação na região, sendo um deles chamado de “Transição Jedi”.

Por ser localizar na entrada do Parque do Vale da Morte, onde presença da vida é algo incomum, a área se tornou ideal para treinamento de pilotos de caças, das bases de caça dos Fuzileiros, Força Aérea e Marinha, que estão na Califórnia e Nevada. Associado a isso, existe uma rodovia no topo do vale, que proporciona imagens lindas dos aviões passando no cânion.

O local virou uma “meca” para os entusiastas americanos, que viajam por horas até chegar no deserto para fazer as fotos perfeitas. Em 2019, num fatídico dia, um caça F-18 Super Hornet da Marinha dos EUA voou baixo até de mais, e colidiu com o cânion, matando o piloto e co-piloto.

Depois de uma investigação apontar que o marinheiro estava baixo demais e acelerando na descida, causando um “lapso” de percepção de espaço e tempo, baseado nos dados de GPS do avião e numa filmagem (até hoje não revelada), a Marinha e as outras duas forças armadas decidiram por aumentar a altura mínima no cânion, “atrapalhando” um pouco a plástica das fotos.

Esses detalhes à parte, na terça-feira (4), um avião civil (até onde se sabe o primeiro do tipo a estar ali) voou no cânion após receber uma autorização especial.

No vídeo abaixo é possível uma parte das mais de 20 passagens que o Dassault Falcon 8X fez, acompanhado de um avião de treinamento militar L-39 Albatros, de longe o avião militar da era soviética mais popular na mão de civis.

Este em específico está equipado com câmeras e trabalha para a CineJet, empresa de filmagem aérea que já trabalhou com a Delta Air Lines e gravou cenas para o novo filme do Top Gun. O resultado da gravação deve ser divulgado nos próximos meses durante a apresentação do Falcon 8X em eventos de aviação.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Na inspeção de aeroporto, Vic Mensa é preso com cogumelos alucinógenos...

0
Na última terça-feira, o rapper se pronunciou sobre o caso, dizendo que “está livre” e que “Deus trabalha de formas misteriosas”.