Joby Aviation é aprovada como uma empresa de táxi aéreo comercial

Imagem: Joby Aviation

A Joby Aviation, empresa com sede na Califórnia que desenvolve aeronaves totalmente elétricas para serviço comercial de passageiros, anunciou na última quinta-feira (26) que recebeu um certificado de transportadora aérea Part 135 da Administração Federal de Aviação (FAA), permitindo que inicie operações comerciais de táxi aéreo sob demanda.

A empresa recebeu a certificação antes do previsto, com a conclusão do processo originalmente esperada para o segundo semestre de 2022. O processo de cinco etapas incluiu o envio de mais de 850 páginas de manuais para aprovação e exigiu que o quadro inicial de pilotos da Joby demonstrasse domínio de procedimentos e treinamentos da companhia sob observação da FAA.

O Certificado de Transportadora Aérea Part 135 é uma das três aprovações da FAA necessárias para que a Joby opere sua revolucionária aeronave elétrica de decolagem e aterrissagem na vertical (eVTOL) como um serviço de táxi aéreo em cidades e comunidades nos Estados Unidos. As outras duas aprovações ainda em processo são o Certificado de Tipo e o Certificado de Produção da aeronave.

Bonny Simi, Chefe de Operações Aéreas e Pessoas da Joby, e um dos pilotos da empresa aprovados pela FAA, declarou: “Os procedimentos que preparamos estabelecem as bases para nossas futuras operações eVTOL. Nos próximos meses, usaremos nosso certificado Part 135 para exercer as operações e as plataformas de tecnologia do cliente que sustentarão nosso serviço multimodal de compartilhamento de viagens, além de refinar nossos procedimentos para garantir viagens perfeitas para nossos clientes.”

“Receber este certificado antes do prazo é uma prova da incrível dedicação e trabalho duro de nossa equipe”, acrescentou Simi.

Assim que a Joby receber o Certificado de Tipo para sua aeronave eVTOL, a empresa concluirá o processo de revisão da FAA para adicionar o novo tipo de aeronave ao seu certificado de transportadora aérea agora emitido. A previsão de lançamento do futuro serviço eVTOL da companhia é para 2024.

A Joby anunciou anteriormente uma parceria com a CAE, líder global em treinamento de aviação, para desenvolver e qualificar dispositivos de treinamento de simulação de voo que a Joby usará para treinar pilotos com classificação comercial para pilotar sua aeronave eVTOL.

A aeronave totalmente elétrica da Joby foi projetada para transportar um piloto e quatro passageiros por até 150 milhas (cerca 241 km) com uma única carga de bateria, a velocidades de até 200 mph (321,87 km/h). A Joby concluiu recentemente os testes acústicos com a NASA, e confirmou que a aeronave atingiu a meta da empresa de baixas emissões de ruído durante a decolagem e aterrissagem, bem como durante o deslocamento de voo.

Informações da Joby Aviation

Leia mais:

Juliano Gianotto
Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias

Seis aeronaves da Latam serão enviadas para desmanche nos Estados Unidos

0
A empresa China Aircraft Leasing (CALC) anunciou que comprou seis aeronaves Airbus A320 da Latam Airlines, para que sejam transportadas