Políticos querem mudar o código de três letras ‘GAY’ de aeroporto de cidade sagrada

Foto de Rashid Jorvee, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia

Um grupo de legisladores da Índia está preocupado com o código oficial do aeroporto da cidade sagrada de Gaya, no estado de Bihar, porque acreditam que é “ofensivo” e “embaraçoso”. O código de três dígitos do aeroporto local é “GAY”.

Depois de tantos anos codificado desta forma, o grupo sugeriu que o código do aeroporto seja alterado para “YAG”. A proposta, no entanto, enfrenta resistência e acusações de homofobia, como relata o noticiário indiano Times Now News.

O Comitê de Empresas Públicas da Índia instou o governo a tomar as medidas necessárias para mudar o código do aeroporto, mas a IATA já teria informado que tal pedido, se for feito, provavelmente será rejeitado, já que os códigos são permanentes. Por curiosidade, “YAG” já está em uso por um aeroporto canadense.

Os códigos de três dígitos

Os aeroportos são conhecidos por códigos desde a década de 1930. Alguns anos depois, em 1945, a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) assumiu a responsabilidade de manter o registro dos códigos aeroportuários. Atualmente, segundo a entidade, o registro contém 9.158 códigos.

Os códigos de aeroporto geralmente não seguem o padrão de nomenclatura convencional se houver um conflito ou outro bom motivo. Por exemplo, enquanto o aeroporto de Guarulhos é conhecido por “GRU” (mais intuitivo), o aeroporto do Galeão é o “GIG” e o de Curitiba é o “CWB” (menos intuitivos). Há dezenas de exemplos como esse no Brasil e em todas as partes do mundo.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

ALTA e Voepass apresentarão novidade no maior evento de MRO da...

0
A Associação Latino-Americana e do Caribe de Transporte Aéreo (ALTA) informa aos passageiros que eles devem se preparar para a decolagem.