Protótipo do Boeing 777X vai até o Alasca para novos testes em frio intenso

Na semana passada, o protótipo “WH002” do Boeing 777X fez uma visita de apenas dois dias ao Alasca, a fim de realizar novos testes em condições de frio intenso. A aeronave de matrícula N779XX partiu de Seattle no dia 9 para Fairbanks, voltando no dia seguinte, como mostram dados do RadarBox.

A visita daquele que é o maior avião comercial bimotor do mundo foi capturada numa imagem compartilhada pelo fotógrafo Kristopher Voronin (abaixo, espere carregar).

Esses testes são parte do processo de certificação da aeronave e podem incluir etapas em solo e em voo em temperaturas que chegam a -28 graus Celsius. Também podem ser feitos testes de APU, partida do motor no frio e provas do reversor de empuxo com neve, entre muitos outros.

Essa bateria de testes fornece dados, que serão analisados por engenheiros da fabricante e ajudarão a entender o comportamento na aeronave em condições extremas.

Em temperaturas muito baixas, metais como aço e alumínio se contraem a taxas diferentes. Os lubrificantes podem perder sua viscosidade, criando problemas de atrito e desgaste para as peças móveis, e também as peças de plástico e borracha podem se tornar quebradiças.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Após Emirates abandonar país africano, político afirma: “Ela é muito cara...

0
A saída conturbada da Emirates de um país africano levou ao desdém de um antigo político, que afirmou que a empresa árabe não fará falta.