TSA bate recorde de armas interceptadas nos aeroportos dos EUA, a maioria delas carregadas

Ilustração de abscent via Deposit Photos (sob licença)

A Administração de Segurança de Transporte dos EUA (TSA) anunciou que, durante o ano de 2023, um total de 6.737 armas de fogo foram interceptadas nos postos de controle de segurança dos aeroportos.

Este número representa o mais alto na história da TSA, superando o recorde anterior de 6.542 armas em 2022. De maneira alarmante, aproximadamente 93% dessas armas estavam carregadas, apresentando um risco significativo nos postos de controle, segundo noticia o Aviacionline.

O administrador da TSA, David Pekoske, expressou preocupação com o elevado número de armas de fogo, especialmente as carregadas: “Continuamos a detectar um número excessivo de armas de fogo nos postos de controle da TSA… Armas de fogo e munições são estritamente proibidas na bagagem de mão”.

Ele lembrou aos passageiros que viajar com uma arma de fogo descarregada é permitido somente quando ela está embalada em uma mala rígida com chave na bagagem despachada e deve ser declarada à companhia aérea no balcão de check-in.

Com mais de 858 milhões de indivíduos examinados em 2023, a taxa de interceptação da TSA ficou em 7,8 armas de fogo por milhão de passageiros, apresentando uma ligeira diminuição em relação às 8,6 por milhão em 2022. Somente no quarto trimestre, foram interceptadas 1.665 armas, uma média de 18 por dia, das quais quase 93% estavam carregadas.

Ao detectar uma arma de fogo em um posto de controle, os policiais da TSA entram em contato com a polícia local para remover o passageiro e a arma. A resposta depende das leis locais, variando desde a prisão até a emissão de uma citação.

A TSA impõe multas de até aproximadamente US$ 15.000, revoga a elegibilidade para o TSA PreCheck® por pelo menos cinco anos e pode realizar triagem adicional para detectar ameaças adicionais.

Leia mais:

Juliano Gianotto
Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias

Voos de carga da Ethiopian vão aterrissar em mais um destino...

0
Ethiopian Airlines Group ganhou a autorização para operar serviços regulares de carga de e para a Colômbia, mais especificamente a partir