Início Empresas Aéreas

Um cachorro-do-mato-vinagre embarcou num voo da Latam com destino a Brasília

A Latam Cargo, por meio do programa Avião Solidário, realizou na quarta-feira (15) o transporte gratuito entre Cuiabá (MT) e Brasília (DF) de um indivíduo da espécie cachorro-do-mato-vinagre (Speothos Venaticus), considerada ameaçada de extinção. O animal de apenas 18 meses de idade, batizado de Rondon, foi resgatado pelos órgãos ambientais dentro de um cativeiro domiciliar, em Rondonópolis (MT), que o mantinha de maneira ilegal. 

A recomendação de transferência do animal para o Zoológico de Brasília faz parte das ações do programa de conservação para a espécie da Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil (Azab) e do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). O transporte ocorreu sem intercorrência no voo LA3711, que decolou às 4h45 e pousou às 7h15 no Aeroporto de Brasília.

A destinação para Brasília se deu após avaliação comportamental de Rondon, em que se constatou ser um animal manso cuja criação foi por seres humanos. Diante disso, a equipe da Azab responsável pela conservação da espécie no Brasil, em conjunto com o ICMBio, optou por transferir o animal para o Zoológico de Brasília para que pudesse viver com o Xingu, animal da mesma espécie já morador da instituição.

“Infelizmente, não existem fêmeas em cativeiro, no Brasil, para uma almejada reprodução. Então, tratando-se de uma espécie gregária, que vive em grupos, achamos que, para o bem-estar do animal, o melhor seria transferi-lo para o Zoológico de Brasília. Lá, o Rondon poderá viver com o Xingu e, além disso, a equipe do Zoo têm conhecimento de manejo com a espécie e dispõe de um recinto disponível adequado”, explicou o biólogo e studbook keeper da espécie no Brasil, Cauê Monticelli.

Atualmente, o animal está em quarentena em um recinto temporário no Zoológico de Brasília, fora da área de visitação, para que sejam realizados todos os exames clínicos e comportamentais necessários. Após esse período, passará por um processo de aproximação com seu novo companheiro. “Os zoológicos são centros de conservação de fauna e devem focar seu trabalho em espécies ameaçadas de extinção, seguindo sempre as recomendações dos programas nacionais e internacionais. Quando falamos em conservação, temos que sempre pensar também no bem-estar dos animais que estão sob nossos cuidados”, diz o biólogo e diretor de mamíferos do Zoológico de Brasília, Filipe Reis.

Avião Solidário e a estratégia de Sustentabilidade do Grupo LATAM

O programa Avião Solidário existe há mais de 10 anos e é um dos mais importantes do Grupo LATAM no contexto da sua estratégia de Sustentabilidade, com compromissos assumidos em três frentes: Economia Circular, Mudança Climática e Valor Compartilhado. O programa coloca à disposição da América do Sul toda a experiência logística e a malha da LATAM para o transporte gratuito de pessoas, animais e cargas em emergências de Saúde, Meio Ambiente e Desastres Naturais.

Entre as metas da companhia, está a compensação de 50% das emissões de voos domésticos até 2030, estabelecendo um caminho para ser carbono neutro até 2050; o desenvolvimento de projetos de conservação e reflorestamento de ecossistemas, como a Amazônia, junto com a The Nature Conservancy (TNC); e a eliminação total de plásticos de uso único em 2023, em linha com a meta de resíduo zero para aterros sanitários até 2027.

No Brasil, o Avião Solidário já decolou para apoiar a conservação de mais de 4600 animais de diferentes espécies, especialmente as ameaçadas de extinção. Somente em 2022, já foram transportados 120 animais silvestres. A LATAM Cargo usa sua expertise e cuidados especiais para que todos os animais cheguem em seus destinos com tempos de exposição e desconforto mínimos para o animal.

Informações da Latam