Início Aeroportos

Com obras em aeroportos e ampliação de voos, Amazonas impulsionou turismo em 2022

Aeroporto de Manaus – Imagem: ME/ Portal da Copa / CC BY 3.0 BR, via Wikimedia

Obras de infraestrutura turística, ordenamento, ampliação da malha aérea e capacitação de profissionais do turismo estão entre os principais investimentos no setor do turismo, realizados pelo Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), em 2022.

Os recursos aplicados, de 2019 a 2022, somaram R$ 124,5 milhões, sendo R$ 53,5 milhões somente neste ano, gerando impactos positivos para o segmento na capital e no interior do Estado.

O Amazonas tem um potencial para o turismo gigantesco, é uma das novas matrizes econômicas que nós apostamos. E no nosso governo, nós fizemos investimentos importantes, tanto na área de infraestrutura quanto na área da capacitação. Também atuamos forte para o ordenamento. Por isso, os números são positivos”, disse o governador Wilson Lima.

Os investimentos no setor tiveram reflexo no aumento da movimentação de turistas no Amazonas, chegando ao registro de 2 milhões de passageiros. O expressivo número de movimentação ocasionou um crescimento de 25,39% de movimentação, doméstica e internacional, no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes em 2022. 

Faz parte das ações, a maior valorização profissional da história. Por meio da Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico e Ambiental (Aadesam), 21 turismólogos foram contratados para atuarem em 18 municípios do interior e na capital do Amazonas. 

O ordenamento foi um dos eixos fortalecidos pela Amazonastur, levando visita técnica para o interior do estado e realizando trabalhos de sensibilização para formalização dos serviços turísticos, por meio do Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur). Devido às ações, 26 municípios do Amazonas passaram a integrar o Mapa do Turismo Brasileiro e 1.857 prestadores de serviços estiveram com seu Cadastur regular, representando um aumento de 41,40% em comparação a 2021.

As ações de ordenamento também incluem as comunidades indígenas. Para promover o etnoturismo, a Amazonastur iniciou em 2022 o plano de ordenamento turístico das comunidades indígenas Tatuyo, Cipiá, Tuyuka e Diakuru, incluindo ações inéditas como a entrega da identidade visual das comunidades. 

Malha aérea

A ampliação da malha aérea inclui a conexão direta com destinos internacionais e nove frequências semanais para o Panamá, Miami e Fort Lauderdale. Regionalmente, Barcelos, Apuí, Eirunepé, Santa Isabel do Rio Negro, Manicoré e Borba passaram a contar com voos comerciais que fazem ligação com a cidade de Manaus. Os novos voos são frutos do acordo firmado entre Governo do Amazonas e a empresa Azul Linhas Aéreas, no biênio 2021/2022, para manutenção de voos e criação de novas rotas.

Obras e Infraestrutura

Os complexos de infraestrutura turística também são frutos dos investimentos. O Aeroporto de Barcelos e a 1ª Etapa da Serra da Valéria, em Parintins, que recebem anualmente pescadores e cruzeiristas, respectivamente, foram entregues.

Estatística

Coleta de dados, por meio de pesquisa diária no aeroporto Eduardo Gomes e com o trade turístico, para nortear políticas públicas voltadas ao turismo foram realizadas pela Amazonastur.

O Departamento de Estatística da Amazonastur realiza uma série de pesquisas para avaliar o perfil de turistas e levantamento de informações acerca do cenário no estado. Dentre as pesquisas estão: sondagem – Pesquisa Ambiente de Negócios; Pesquisa Diária no Aeroporto de Manaus; Ambiente de Negócios do Turismo para Recuperação Pós COVID-19; Movimentação e Caracterização dos Turistas (anual); Levantamentos sobre Pesca Esportiva na Calha do Rio Negro; Pesquisa Socioeconômica em festivais folclóricos e festas tradicionais dos municípios; Percepção da população em eventos festivos.

Informações do Governo do Amazonas

Leia mais: