Divórcio concretizado: Qatar prepara um pedido de 50 Boeing 777XF e se afasta da Airbus

No começo, era difícil pensar que a novela da Qatar e do Airbus A350 e seus problemas terminariam com uma ruptura nas relações entre a empresa árabe e a fabricante europeia, mas aconteceu. Após a partes processarem uma a outra por conta dos problemas na pintura do moderno widebody e a Airbus cancelar unilateralmente um pedido pendente da Qatar para 50 A321neo, chegou a vez dos árabes fazerem sua jogada.

E, como não podia deixar de ser, conforme relatado pela Reuters, a Boeing está em negociações avançadas com a Qatar para garantir um pedido para o 777X Freighter, que pode se materializar na próxima semana, quando o emir do Catar visitar Washington.

O site parceiro Aviacionline relembra que foi uma questão de tempo até que a Boeing aproveitasse o rio conturbado e tentasse salvar o 777X, seja na versão de passageiros ou cargueiro.

A Qatar Airways está pensando em atualizar sua frota atual de cerca de 34 aviões de carga com a nova versão maior do 777X em um acordo que pode valer US$ 14 bilhões a preços de tabela, cerca de US$ 7 bilhões considerando os descontos usuais para esse tipo de aquisição. A Qatar havia indicado anteriormente que estaria disposto a comprar até 50 cargueiros, com o número maior provavelmente incluindo opções.

O romance da Qatar e da Airbus agora adiciona um capítulo: voltando-se para o clássico rival. Apesar do sentimento de compra por despeito, o 777X Freighter seria uma evolução natural da frota da Qatar Cargo, que é majoritariamente composta por Boeings 777F.

É ótimo para a Boeing substituir pedidos para o 777X, que tinha – e ainda tem – uma perspectiva sombria se não aumentar rapidamente o backlog para um número que permita recuperar os custos de desenvolvimento. E a Airbus vai olhar de lado enquanto um de seus principais clientes sai com outro, além do fato de que enquanto o relacionamento durou, foi uma dor de cabeça constante.

Carlos Ferreira
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Por causa de amendoim, família foi desembarcada de voo da Azul...

0
Uma confusão envolvendo amendoim, alergia e pane na aeronave levou ao cancelamento de um voo da Azul para o interior de Minas.