Em mais um voo para Israel, KC-30 da FAB transporta purificadores de água e medicamentos

KC-30 da Força Aérea Brasileira

Uma nova etapa na Operação Voltando em Paz, da Força Aérea Brasileira (FAB), foi realizada na última segunda-feira (16) com o objetivo de repatriar brasileiros da região conflituosa em Tel Aviv, Israel. Desta vez, a aeronave KC-30 (Airbus A330) não apenas desempenhará um papel fundamental ao trazer compatriotas de volta ao país, mas também fornecerá assistência humanitária crucial para a região.

Na carga do KC-30, foram acomodados 35 purificadores de água e dois kits contendo medicamentos e insumos de saúde. Esses recursos têm a capacidade de atender até 3 mil pessoas durante um mês, representando um alívio significativo em meio à crise na região.

Segundo informou o serviço de imprensa do Planalto, a ação humanitária teve seu ponto de partida na Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro, às 17h23 (horário de Brasília) do último domingo (15).

Os materiais serão primeiramente descarregados em Roma, onde serão somados a outros 5 purificadores transportados pela aeronave VC-2 (Embraer 190) da Presidência da República. Juntos, os 40 purificadores têm a capacidade de tratar mais de 220 mil litros de água por dia, promovendo um impacto positivo na disponibilidade de água potável na região.

Imagem: Planalto

Tanto os purificadores quanto os kits de assistência médica serão desembarcados do KC-30 em Roma, e posteriormente seguirão para o Egito. O retorno da aeronave está programado para quarta-feira (18), saindo de Tel Aviv em direção ao Brasil. Já o VC-2 aguarda autorização para continuar sua jornada até o Egito.

Os kits de assistência humanitária, conforme informações do Ministério da Saúde (MS), são meticulosamente preparados para atender a populações em situações de emergência em saúde pública. Compostos por uma variedade de medicamentos e insumos, como anti-inflamatórios, analgésicos, antibióticos, luvas e seringas, cada kit totaliza 48 itens, pesando aproximadamente 267 quilos. Este esforço solidário visa proporcionar suporte essencial às comunidades afetadas pelo conflito.

O relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) enfatiza a grave escassez de suprimentos médicos nos hospitais de Gaza. Com a interrupção do fornecimento de eletricidade e água na região, somado às restrições no transporte de suprimentos essenciais, a situação torna-se ainda mais crítica. Os danos à infraestrutura de água e saneamento, bem como a superlotação nos assentamentos humanos, aumentam consideravelmente o risco de surtos de doenças.

Escassez de água

Cerca de 95% da população de Gaza não tem água potável disponível. Devido à extração excessiva do aquífero costeiro e à infiltração pela água do mar e esgotos, a água da torneira é salgada, poluída e imprópria para beber. Segundo a OMS, uma pessoa precisa de no mínimo 100 litros por dia para beber, lavar, cozinhar e tomar banho — e, em situações emergenciais e de crises, precisa do mínimo de 7,5 a 15 litros por dia. Em Gaza, o consumo médio é de cerca de 84 litros por pessoa. Desses, apenas 27 litros são considerados adequados para uso humano.

Os equipamentos enviados à região do conflito têm potencial de geração de mais de 5 mil litros por dia de água potável, trabalhando 24 horas. Com tecnologia e fabricação brasileiras, o purificador é portátil e capaz de remover 100% de vírus e bactérias da água.

Curto prazo

O pedido de assistência humanitária foi recebido na última quinta-feira, 12 de outubro, pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC), do Itamaraty, coordenadora do sistema de cooperação internacional brasileiro. Demandada pela ABC/MRE, a fabricante nacional de purificadores fez a entrega dos equipamentos em seis horas e sem custo algum.

A Assessoria Especial de Assuntos Internacionais (AISA) do MS, também acionada pela ABC/MRE, respondeu à demanda dentro do curto prazo disponível. A equipe do Programa de Vigilância em Saúde dos Riscos Associados aos Desastres (VigiDesastres) recorreu ao Departamento de Assistência Farmacêutica (DAF) e Departamento de Logística (DLOG), que providenciaram a entrega dos dois kits de medicamentos e insumos emergenciais.

Informações da FAB

Leia mais:

Juliano Gianotto
Juliano Gianotto
Com uma paixão pelo mundo aeronáutico, especialmente pela aviação militar, atua no ramo da fotografia profissional há 8 anos. Realizou diversos trabalhos para as Forças Armadas e na cobertura de eventos aéreos, contribuindo para a documentação e promoção desse campo.

Veja outras histórias