Emirates tirará o direito ao seguro de viagem de cortesia das reservas a partir de dezembro

Imagem: Emirates

No ano passado, a empresa emiradense passou a oferecer um seguro multirriscos, que incluía cobertura para atendimento hospitalar em casos de Covid, aos viajantes que adquiriam passagens aéreas. Descrita na época como uma “inovação no setor”, a empresa dizia que, ao oferecer um seguro de viagem gratuito, esperava aumentar a confiança das pessoas em fazer planos de viagem e reservar passagens em meio à incerteza da pandemia.

No entanto, esse benefício começa a ser retirado para todas as novas reservas a partir de 1º de dezembro de 2021. Obviamente, a empresa está revendo custos nesse momento de retomada, de modo que os passageiros têm apenas mais algumas semanas para comprar passagens e conseguirem tal benefício.

Quando foi lançado, a Emirates ofereceu até US$ 174.000 em despesas médicas de emergência para qualquer passageiro que adoecesse com o Covid-19, após iniciar sua viagem. O seguro oferecia vários benefícios, incluindo despesas médicas de emergência de até US$ 500.000. 

“A Emirates pode confirmar que a oferta existente de seguro de viagem multirriscos para todos os clientes será suspensa a partir de 1º de dezembro”, disse a companhia aérea ao The National. “Os clientes que compraram passagens até 30 de novembro de 2021 continuarão a ter cobertura de seguro. Esta decisão foi tomada após uma revisão do uso e feedback do cliente desde que a Emirates introduziu pela primeira vez sua cobertura de seguro complementar”.

Nas últimas semanas, muitos países suspenderam ou aliviaram significativamente as restrições a viagens, resultando no ressurgimento da demanda. A Emirates planeja operar 90% de sua capacidade pré-pandemia até o final do ano, à medida que os passageiros voltam.

Apenas um punhado de outras companhias aéreas ainda oferece um serviço semelhante a esse da Emirates, que foi um diferencial do setor por algum tempo, mas que, aparentemente, deve acabar em breve.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Liberado para jatos só em voos diurnos, Passo Fundo já tem...

0
A GOL Linhas Aéreas anuncia que retoma suas operações na cidade, interrompidas em janeiro de 2021 devido a obras no aeroporto Lauro Kurtz.