Pilotos de Boeing 737 entram em zona de turbulência e passageiro acaba com costelas fraturadas

Imagem ilustrativa: John Christian Fjellestad / CC BY 4.0, via Wikimedia

Mais uma ocorrência envolvendo um passageiro com graves lesões após a aeronave em que estava enfrentar uma severa turbulência foi registrado no último dia 7 de janeiro, em um voo a bordo de um Boeing 737.

De acordo com o The Aviation Herald, a ocorrência se desenvolveu a bordo do 737-800 registrado sob a matrícula JA307J, da Japan Airlines (JAL), quando realizando o voo JL-687 de Tóquio para Miyazaki, no Japão.

Durante a descida para pouso no Aeroporto de Miyazaki, os pilotos encontraram uma zona de turbulência, que acabou causando ferimentos a um passageiro. A aeronave continuou para um pouso seguro na pista 27 do aeroporto sem mais incidentes.

Boeing 737-800 da JAL – Imagem: Masahiro TAKAGI, CC BY 2.0, via Wikimedia

Posteriormente à ocorrência, o Conselho de Segurança de Transporte do Japão (JTSB) informou que o passageiro e questão bateu com o peito no apoio de braço do assento e fraturou algumas costelas. O órgão classificou a ocorrência como um acidente e está investigando.

Não há informações sobre a dinâmica da ocorrência, no entanto, lesões envolvendo turbulência geralmente ocorrem quando o passageiro não está utilizando o cinto de segurança da forma correta quando sentado em seu assento. O viajante, também, poderá ficar vulnerável às forças de uma turbulência quando estiver de pé para acessar o banheiro, por exemplo.

Leia mais:

Juliano Gianotto
Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias

De forma rápida, Avianca “bate o pé” e rejeita oferta da...

0
O grupo emitiu um comunicado no qual questiona veementemente a proposta da holding subsidiária da Indigo Partners.