Talibã proíbe mulheres de viajarem de avião sem um homem junto

O governo do Talibã no Afeganistão deu mais um passo para restrição do direito das mulheres, que agora não podem mais voar sozinhas.

A medida vem após outra decisão autoritária de proibir que meninas frequentem a escola, subjugando o sexo feminino. Agora, segundo o Jerusalem Post, as mulheres só podem voar de avião, seja em voos domésticos ou internacionais, se um acompanhante masculino estiver junto delas.

A decisão foi enviada para as companhias aéreas que operam no país, e por causa disso os EUA cancelaram uma reunião para discutir questões econômicas no país. O Afeganistão foi tomado pelo Talibã imediatamente após o fim da ISAF, a missão da coalização ocidental que combatia o terrorismo no país.

Pouco antes da saída da ISAF, o Afeganistão celebrava o primeiro voo em que a tripulação era 100% feminina, um marco histórico para o país. Porém, com a volta dos terroristas e extremistas ao poder, as mulheres aviadoras acabaram fugindo do país, embora não tenham desistido do sonho que foi realidade por um curto período de tempo:

Carlos Martins
Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias