Início Empresas Aéreas Conheça, por dentro e por fora, o Boeing 727 da nova brasileira...

Conheça, por dentro e por fora, o Boeing 727 da nova brasileira Asas Linhas Aéreas

Asas Linhas Aéreas
O Boeing 727 da Asas, em cena do vídeo que você assiste a seguir nesta matéria

Na manhã de hoje, 9 de novembro, nós do AEROIN estivemos presente no Aeroporto de São José dos Campos, interior do estado de São Paulo, para acompanhar a chegada do clássico Boeing 727-200F da nova companhia aérea brasileira Asas Linhas Aéreas, que está em processo de certificação junto à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Como você vem acompanhando conosco ao longo dos últimos meses, a nova companhia aérea vem tomando forma após adquirir seu primeiro Boeing 727-200F (cargueiro), registrado sob a matrícula PR-IOC, que estava em manutenção em Curitiba após ficar parado por alguns anos, desde que deixou de voar pela Rio Linhas Aéreas.

Após as manutenções iniciais para voltar a voar, a aeronave foi transladada até o aeroporto de São José dos Campos, onde será submetida ao restante da manutenção pesada tipo Check C. Além desta aeronave, outras duas devem chegar até o começo de 2022, sendo mais uma cargueira e outra na configuração de passageiros, ambas do mesmo modelo Boeing 727.

Tivemos acesso ao interior do clássico trijato entrando pela famosa escada traseira característica do modelo, como você acompanha na gravação abaixo. Esta escada ficou ainda mais famosa mundialmente após um sequestrador fugir por ela, em pleno voo, nos anos 70 e nunca mais ser achado.

Detalhes como esse, bem como o pouso seguido do batismo na chegada da aeronave e o cockpit deste clássico jato, com a posição do engenheiro de voo, que chama atenção por não existir mais em aviões modernos, podem ser vistos no vídeo a seguir, que fizemos para trazer a você leitor um pouco dessa experiência incrível. Depois, abaixo do vídeo, conheça também mais detalhes em informações e fotos.

A chegada do clássico

Um coquetel em comemoração a este grande marco foi realizado no terminal de passageiros do aeroporto de São José dos Campos (SP), base operacional da Asas, e contou com a presença de representantes das lojas Americanas, que tem parceria com a nova companhia, e também de executivos de vários segmentos da aviação.

Após o coquetel, todos os presentes foram convidados para se posicionar próximo ao pátio do aeroporto, para o momento mais aguardado do dia: a chegada do grande clássico da aviação.

O Boeing 727-200 nas cores das Lojas Americanas chegou a São José dos Campos às 11h35 (horário local), realizando um belo pouso pela pista 16 e sob intensos aplausos e comemorações dos presentes. Após livrar a pista, o clássico avião foi recebido com o tradicional batismo feito pelos caminhões do corpo de bombeiros. Veja nas imagens abaixo:

Asas Linhas Aéreas
Chegada da aeronave a São José dos Campos
Asas Linhas Aéreas

Asas Linhas Aéreas
Asas Linhas Aéreas

Após parar em frente aos convidados, os pilotos a bordo foram recebidos por Orlando Menezes, presidente da Asas, que estava visivelmente emocionado com o momento ímpar em seu novo projeto, que pretende ser referência e ‘bater de frente’ com outras empresas cargueiras.

Asas Linhas Aéreas
Asas Linhas Aéreas

Asas Linhas Aéreas

Ao conversarmos com Orlando Menezes, indagando sobre o futuro da empresa e também sobre o recebimento de mais aeronaves, o presidente da companhia aérea disse que são aguardadas mais duas aeronaves no começo de 2022, sendo um 727 na versão cargueira e outro na versão de passageiros.

A companhia aérea pretendia já ter entrado em operação para atender a alta demanda do e-commerce das lojas Americanas nesta Black Friday, mas devido aos trâmites envolvidos e também à pandemia, todo o cronograma precisou ser mudado. Agora, a empresa pretende iniciar suas operações em dezembro deste ano.

Menezes destacou e frisou que a companhia não operará regularmente voos de passageiros, sendo apenas uma empresa de fretamentos. O presidente ainda comentou que a Asas Linhas Aéreas vai ser prudente e “dar um passo de cada vez”, consolidando parte por parte do projeto.

Uma curiosidade do processo de definição do nome, revelada por Menezes, é que uma das primeiras etapas do processo na ANAC requer a submissão de três ou quatro nomes para que a agência pesquise no banco de dados e verifique se nunca foi usado antes. Menezes confessa que torceu muito para que sua primeira opção, o nome Asas, não tivesse sido usado ainda. Uma torcida que deu certo.

A aeronave

O primeiro Boeing 727 escolhido para compor a frota da empresa completa 39 anos de idade nesse mês, tendo voado em companhias aéreas brasileiras e americanas, como a RIO Linhas Aéreas e a DHL. Com capacidade para 27 toneladas de carga útil, o Boeing 727 de quase quatro décadas ainda se mantém imponente. Confira mais fotos abaixo:

Asas Linhas Aéreas

Asas Linhas Aéreas

Asas Linhas Aéreas

Asas Linhas Aéreas

Asas Linhas Aéreas

Asas Linhas Aéreas
Orlando Menezes, presidente da Asas

Veja também:

A seguir, deixamos a você leitor mais algumas sugestões de pautas anteriores para relembrar os detalhes da evolução deste projeto:

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.