Entregas do MC-21 podem começar no 3º trimestre desse ano

MC-21-300 – Imagem: Denis Fedorko / CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

As entregas do MC-21, a resposta da Rússia às famílias de jatos Airbus A320neo, Boeing 737 MAX e Embraer E2, devem começar no terceiro trimestre do ano. O anúncio foi feito pelo Ministro da Indústria e Comércio da Rússia, Denis Manturov, alguns dias depois que a aeronave recebeu o certificado de tipo no país.

O MC-21 – desenvolvido pela United Aircraft Corporation (UAC) – recebeu seu certificado operacional nos últimos dias do ano passado, mas ainda uma certificação básica, que pressupõe o uso de um motor de origem americana, o Pratt & Whitney PW1400G (da família GTF usada nos A320neo, A220 e E-Jets E2), e uma asa feita de materiais de origem estrangeira.

“A entrega deve começar no final do segundo ou no início do terceiro trimestre deste ano. Até lá, esperamos ter uma emenda ao certificado de tipo permitindo o uso de motores e asas produzidos na Rússia”. Segundo o Ministro, “as primeiras unidades serão da companhia aérea Rossiya”.

Rossiya se prepara para receber os primeiros MC-21

De acordo com o CEO do grupo Aeroflot, Mikhail Poluboyarinov, a companhia aérea “está se preparando para receber seus primeiros quatro MC-21 em 2022”. A Rossiya Airlines anunciou em julho seus planos de começar a voar no MC-21 no verão de 2022, conforme explica nosso parceiro Aviacionline.

Isso ocorre no âmbito de um plano do grupo Aeroflot de transformar a Rossiya em uma companhia aérea com uma frota 100% russa, já que, além dos MC-21, a empresa está recebendo gradativamente toda a frota de jatos Sukhoi SuperJet SSJ-100 que pertencia à Aeroflot. 

Segundo o site especializado ch-aviation, a companhia aérea possui atualmente 59 SSJ-100/95B, devendo receber, entre pedidos firmes e entregas da Aeroflot, 91 unidades adicionais.

Leia mais:

Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias

Em breve, o aeroporto do Vale do Aço terá a tão...

0
Em reunião, foram discutidos alguns detalhes práticos e operacionais relacionados às aeronaves ATR 72, com capacidade para 68 passageiros.